Íntegra da entrevista de Lula a Reinaldo Azevedo – O É da Coisa [vídeo]

O ex-presidente Lula é o entrevistado desta quinta (1/4) pelo jornalista Reinaldo Azevedo, na BandNews.

Acompanhe ao vivo:

As falas de Lula na entrevista ao programa O É da Coisa:

– Eu sempre tive na cabeça que o objetivo da Lava Jato era me tirar da política. Disse ao Moro no meu depoimento que ele estava condenado a me condenar porque a mentira já tinha ido longe demais.

– Eu sempre penso que tenho a mão de Deus e da minha mãe guiando meus passos. Por isso tomei a decisão de ir pra Curitiba. Eu poderia ter entrado numa embaixada. Mas eu quis provar minha inocência. E fui de cabeça erguida.

– Lembro que quando entrei na prisão o cara queria que eu tirasse meu cinto, meu cadarço.

Eu disse pra ele: “Cara, não vim aqui pra me enforcar. Eu vim aqui pra provar que o Moro é mentiroso.”

– Hoje posso dizer que a Lava Jato desapareceu da minha vida. Eu durmo tranquilo e sei que eles não dormem.

Eles que tem que responder pelos pelos mais de 4 milhões de empregos que eles destruíram nesse país.

– Eu sou contra governo empresarial. Sou favorável a um governo que seja indutor do processo de desenvolvimento.

– Quando teve a queda do Lehman Brothers eu liguei pro Obama. Eu falava que a crise aqui ia ser uma marolinha porque reforçamos o investimento público com o BNDES e o Banco do Brasil. E o Obama disse que lá ele não tinha como fazer isso.

– Eu quero saber o que faz o mercado. Se é só pra trocar papel, se eles querem viver de dividendo. No meu governo o Brasil era protagonista.

O mercado se tivesse juízo ia pra Aparecida do Norte fazer promessa pra eu voltar.

– Um governo só consegue governar se tiver duas características: credibilidade e previsibilidade.

Qual é a confiança que o Bolsonaro passa ao povo brasileiro?!

– O Guedes é aquele marido que ao invés de arrumar um emprego ele quer sair vendendo os móveis, o fogão, a geladeira… Quer tudo menos trabalhar.

– A coisa mais importante que oferecemos aos empresários foi mercado. O povo podia comprar.

– Espero que o Bolsonaro esteja assistindo essa entrevista.

Porque queria mandar um recado pra ele: Deixe de ser ignorante, presidente.

Quando tiver vacina pra todo mundo, aí todo mundo vai querer voltar a trabalhar.

– Minha chapa com o Zé Alencar de vice foi a maior aliança entre o capital e o trabalho nesse país.

– O PSDB sempre teve problema com o PT porque o PT roubava as namoradas deles. Sempre disputaram a intelectualidade.

– Eu já mandei recado pro Joe Biden, pro Emmanuel Macron, pra Merkel e pro Xi Jinping. Essa crise é uma guerra contra a humanidade. E a única solução é a vacina. Esses governantes precisam se reunir. Lamentavelmente ninguém quer conversar com o Bolsonaro.

– São 320 mil mortos no Brasil. Somente ontem morreram quase 4 mil pessoas vítimas do covid19. Queria expressar minha solidariedade à família dessas pessoas e aos profissionais da saúde que estão na linha de frente.

– E queria mandar mais um recado ao Bolsonaro, porque nunca conversei com ele: feche a boca, Bolsonaro. Se for pra continuar falando bobagem, melhor não falar. Ouça a ciência.

– Temos que garantir o auxílio emergencial para o povo conseguir ficar em casa e se proteger. E para os micro e pequenos empresários que precisam sobreviver.

– Toda vez que tentam pescar em terra seca não adianta que não tem peixe. Toda vez que tentam inventar um candidato não dá certo. Sou favorável a todo manifesto que defenda a democracia, mas essa gente preferiu votar no Bolsonaro e sequer citam isso.

– Queria deixar registrado que essa entrevista de hoje com Reinaldo Azevedo é a prova de que é possível dois seres humanos pensarem diferente, terem pontos de vista diferentes e conversarem civilizadamente.