Saiba quem é o primeiro “candidato” a vice de Lula na eleição de 2022

Segundo o jornal Estado de Minas, o prefeito Alexandre Kalil, de BH, é objeto de desejo do ex-presidente Lula como vice de sua chapa em 2022.

O jornal mineiro reverberou o jornalista Roberto Fonseca, do Correio Braziliense, segundo qual o prefeito belo-horizontino seria a “arma secreta” do petista no ano que vem.

De acordo com o texto, o que teria levado Lula a pensar no nome do prefeito da capital mineira seria o ‘racha entre os deputados do grupamento que hoje sustentam o governo no Congresso e que adotam um certo distanciamento do governo, devido à queda de avaliação da gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e da alta da COVID, dos juros e dos preços.’

LEIA TAMBÉM
Mídia financeira tenta impedir a candidatura de Lula em 2022, denuncia estudo escocês

Pesquisa PoderData: Lula derrotaria Bolsonaro se eleição fosse hoje

Moro decepciona em pesquisa

O colunista do Correio Braziliense afirma que esse cenário teria levado o PT de Lula a buscar os partidos de centro, e o primeiro movimento seria procurar o PSD, presidido por Gilberto Kassab, para ter Kalil como candidato a vice. “A ideia é repetir a fórmula da campanha vitoriosa de 2002, quando Lula fez chapa com o então senador José Alencar, de Minas Gerais. Kalil, bem colocado para o governo do estado, não pensa nessa hipótese.”

Na última sexta-feira (12/03), em entrevista coletiva na prefeitura de Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil declarou: “Não tenho nenhuma ligação com o PT. Não adianta querer me colocar uma estrela no peito. Na minha primeira eleição, falei: ‘querem colocar uma estrela no meu peito’. Daqui a pouco, vão falar que tenho um escudo do Cruzeiro tatuado na coxa”, disse.

Vale a pena recordar que, após Lula liberar o ex-prefeito Fernando Haddad para correr o país, Kalil foi o primeiro prefeito de capital visitado pela comitiva petista –incluindo a presidenta do partido, Gleisi Hoffmann (PT-PR).

É claro que o cenário mudou com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), pela pena de Edson Fachin, que reabilitou politicamente o ex-presidente Lula.

Lula já aparece como favorito nas pesquisas, mas o presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, aceita aposta 1 por dez que o candidato do PT será o ex-prefeito Haddad. É aguardar para conferir.