Paulo Guedes dá bronca no STF pela reabilitação política de Lula

O ministro dos bancos, Paulo Guedes, se sentiu confortável para dar broncas nos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) por causa da liberação da candidatura do ex-presidente Lula em 2022.

Ora, ora, ora.

Guedes, o folgado, teria ficado irritado com a decisão do ministro Edson Fachin que anulou todas as condenações do petista na Lava Jato.

Desde quando um banqueiro pode exigir que o STF viole o devido processo legal e a Constituição Federal?

A jornalista Bela Megale, do Globo, registra que relatos de aliados de Guedes, o ministro da Economia deixou clara para magistrados do Supremo a sua indignação e chegou a dizer que, se Lula se elegesse, a corte teria responsabilidade nisso.

Paulo Guedes foi quem convenceu o presidente Jair Bolsonaro, em 2018, a levar Sergio Moro para o Ministério da Justiça.

LEIA TAMBÉM
Mídia financeira tenta impedir a candidatura de Lula em 2022, denuncia estudo escocês

Lula pede ‘questão de ordem’ no julgamento de recurso da PGR na 2ª Turma do STF