Paraguaios saem às ruas em protesto contra incompetência do governo na pandemia de Covid

Milhares de paraguaios marcham na noite desta sexta-feira (5/3), na capital Assunção, contra a incompetência do governo Mario Abdo Benítez na condução da saúde durante a pandemia de covid-19. Os manifestantes gritam “Fora Marito!, Fora Marito!, Fora Marito!” numa demonstração de insatisfação com as autoridades do País.

Além de pedir a renúncia do presidente da República, os manifestantes também pedem a saída do Ministério da Saúde, Julio Mazzoleni, que acabou renunciando ao cargo numa tentativa de desmobilizar o protesto na capital do Paraguai. No entanto, a massa agora quer que “Marito” deixe a Presidência.

O entorno do Congresso Nacional paraguaio está fortemente guarnecido pela polícia, que acompanha os protestos com palavras de ordem “Fora Marito, vendedor da pátria”.

A crise na saúde causada pela Covid foi apenas o estopim que irrompeu a jornada de hoje. Os paraguaios ainda pedem o fim da corrupção, da impunidade de crimes e a liberdade de manifestação –contra a prisão de lutadores sociais.

A manifestação no centro de Assunção reúne estudantes universitários, empresários e trabalhadores.

Os manifestantes foram às ruas depois que furtos de medicamentos para covid foram registrados e a indignação popular foi potencializada com o atraso das vacina Sputnik V, compra de um fundo russo.

Os protestos também sacodem as cidades Encarnación e Ciudad del Este, na fronteira com o Brasil (Foz do Iguaçu, Paraná).