Médico do Paraná é agredido por defender lockdown, Sindicato repudia agressão

O médico infectologista José Eduardo Mainart Panini, que trabalha em Toledo, Oeste do Paraná, foi agredido após alertar conhecidos sobre os riscos da Covid-19.

José Eduardo relatou a agressão em sua página no Instagram. Confira o texto do médico:

“Na sexta-feira, após horas de reunião pra determinar o que seria ou não fechado, baseado num Decreto do Estado do Paraná. Já deixo claro, que baseado nos números não há mais nada a que fazer, senão as coisas só piorarão.”

“Ao alertar os riscos a pessoas conhecidas, a resposta que me foi dada foram chutes e socos, enquanto um me segurava o outro me agredia. Enfim pessoas assim que ajudaram situação chegar onde está!

“O desânimo não vem! E junto com eles temos muita coisa boa, progresso, vacinas e tudo que vai fazer sairmos dessa pandemia! E aos trabalhadores da saúde muita força!”

Em entrevista ao G1, o médico relatou que sua esposa, que também é médica, também teria sofrido agressão. Os agressores seriam um parente do casal e um amigo.

O Sindicato dos Médicos no Paraná manifestou solidariedade ao profissional. Leia a seguir a nota do Simepar:

Sindicato dos Médicos repudia agressões contra médico de Toledo, Paraná

O Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar) vem a público manifestar seu repúdio contra as agressões relatadas pelo Dr. José Eduardo Mainart Panini, Médico Infectologista que atua em Toledo, Oeste do Paraná.

O médico relata que foi agredido após falar sobre a gravidade da pandemia de Covid-19 e sobre a necessidade de fechamento dos serviços não essenciais para contar a propagação do vírus.

Agressões físicas não são justificáveis sob nenhum pretexto, mas ao serem desferidas como resposta a uma evidência científica de saúde pública, elas se tornam ainda mais absurdas.

A politização da pandemia está levando dezenas de milhares de brasileiros à morte. O sistema de saúde no Estado do Paraná está em colapso como em diversos estados do Brasil. Mais do que nunca, é necessário que se ouça o que recomendam os médicos e a ciência.

Toda solidariedade ao Dr. José Eduardo Mainart Panini e a todos os/as profissionais de saúde que estão na linha de frente, fazendo de tudo para salvar vidas. Não há economia sem pessoas. A economia se recupera, vidas perdidas não.

Sindicato dos Médicos no Estado do Paraná (Simepar)

Confira a publicação de José Eduardo no Instagram: