Haddad denuncia no Le Monde: ‘Bolsonaro sabota a luta do Brasil contra a Covid-19’

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), em artigo publicado nesta quarta-feira (03) no jornal francês Le Monde denuncia que o presidente Jair Bolsonaro sabota a luta contra a pandemia Covid-19 e está isolando o Brasil do resto do mundo.

“A falta de diálogo entre Brasília e Buenos Aires impede o Mercosul de agir para reduzir a instabilidade institucional no Peru, Bolívia e Equador”, afirma o petista.

Haddad ainda lembra que sob a liderança do governo Lula (2003-2010), no Brasil, “estávamos conduzindo com nossos parceiros da América Latina e do Caribe um programa de ambição continental impulsionado pela integração industrial e pelo multilateralismo”, escreve. “Forte e unida, a América Latina desempenhou um papel decisivo na resposta internacional à crise financeira de 2008”, destacou.

Para o ex-candidato do PT à Presidência da República, em 2018, a Europa deve restaurar sua tradição de apoio às lutas sociais e políticas na América Latina.

“Não pode se limitar a seguir automaticamente Washington na política de sanções na Venezuela ou na Bolívia, vítima de uma intervenção inconstitucional apoiada pela Organização dos Estados Americanos [OEA – cujo laudo pericial concluiu, em dezembro de 2020, por uma “manipulação deliberada” do eleição presidencial de 20 de outubro de 2019 na Bolívia, levando Evo Morales à renúncia]”, cobra Haddad.

Fernando Haddad faz incursão política no Brasil e no mundo, por isso seu artigo no tradicional francês. Caso Lula continue inelegível para 2022, o ex-prefeito de São Paulo é uma aposta certa do PT para concorrer contra a reeleição de Bolsonaro.