General Mourão: ‘A única saída é vacinar todo mundo. O resto é paliativo’

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), disse hoje (1º) que a única forma de conter a pandemia de Covid-19 no Brasil é a vacinação da população. Para ele, todas as outras medidas são apenas paliativas.

“Na realidade, a única saída é vacinar todo mundo. O resto é tudo paliativo. A saída é conseguir ir vacinando todos e ter uma vida normal”, disse Mourão a jornalistas, ao chegar no Palácio do Planalto.

LEIA TAMBÉM
Covid-19: o pior ainda está por vir

Lira diz que governo federal prometeu 140 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até maio

Flávio Dino: Bolsonaro é um mentiroso e irresponsável

Ao ser questionado sobre o lockdown decretado por alguns governadores, o vice-presidente disse que cada gestor deve tomar as decisões que considerar necessárias para evitar o colapso na saúde.

“Desde o começo a preocupação foi que a gente conseguisse manter a doença dentro da capacidade do sistema de saúde. Cada gestor, seja governador, seja prefeito, ele toma as medidas que julgar necessária para impedir que a doença se alastre e ele não tenha condições de tratar as pessoas”, disse.

As declarações de Mourão batem de frente com as posições do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que tem ignorado a importância da vacinação e criticado os governadores por adotarem medidas mais duras para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus em seus estados.