Em nota, prefeito bolsonarista jura que não pediu Fora Bolsonaro

O prefeito de Paranavaí (PR), Delegado Kiq (Podemos), em nota, jurou nesta quarta-feira (03/03) que não pediu a renúncia do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo o mandatário paranavaiense, que é bolsonarista, houve interpretação equivocada de sua manifestação sobre a compra direta de vacinas pelo município e pelos estados.

“Defendemos que, em não havendo interesse do Governo Federal pela compra de vacinas de determinados laboratórios, que “desocupem a moita” para que os demais entes federativos possam adquiri-las”, esclareceu prefeito Delegado Kiq.

Portanto, não será desta vez que o prefeito de Paranavaí irá se filiar no PT do deputado Zeca Dirceu.

O município de Paranavaí, no Noroeste do Paraná, tem 90 mil habitantes, fica a 504 km de Curitiba.

A seguir, leia a íntegra da nota do prefeito:

“Ao contrário da interpretação dada pelo blog, em momento algum defendemos a renúncia do Presidente da República.

Tal conclusão equivocada, deu-se sem considerar o contexto da nossa postagem que se refere a compra de vacinas diretamente pelo município e pelos Estados.

Defendemos que, em não havendo interesse do Governo Federal pela compra de vacinas de determinados laboratórios, que “desocupem a moita” para que os demais entes federativos possam adquiri-las.

Outrossim, qualquer pessoa minimamente informada, sabe que o Governo Federal abrange diversos órgãos e, no caso em tela (vacina), temos um organograma que abrange Ministério da Saúde e Anvisa.”