Com medo das panelas, Bolsonaro desiste de pronunciamento em rede nacional

O presidente Jair Bolsonaro recuou do pronunciamento que faria na noite desta terça-feira (02) em rede nacional de rádio e televisão.

O discurso estava previsto inicialmente para as 20h30 e teria duração de cerca de 4 minutos, mas foi cancelado minutos após circular a notícia sobre sua realização hoje à noite.

Bolsonaro se assustou quando informado da reação contrária nas redes sociais. Ele temeu o tilintar das panelas, pois espontaneamente surgiram grupos convocando a manifestação na hora da fala presidencial.

O presidente cogitava falar sobre sua decisão de zerar impostos no diesel e no gás de cozinha, no entanto, até esse anúncio de zerar impostos recebeu severas críticas na internet.

A proposta do governo transfere cerca de R$ 5 bilhões para acionistas da Petrobras, sem resolver o problema dos preços abusivos nos combustíveis que continuam reajustados com base na variação do dólar e da cotação internacional do petróleo, enquanto os brasileiros recebem em real.

Além disso, pesou na desistência, a indignação com a compra de uma mansão de R$ 6 milhões pelo filho do presidente, senador Flávio Bolsonaro, ao passo que o governo sonega auxílio emergencial de R$ 600 durante a pandemia.

Segundo a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), muito provavelmente, a mansão foi comprada com dinheiro da rachadinha.

Pensando bem, Jair Bolsonaro tinha motivos para arregar.