Bolsonaro surta durante live e diz que “ciúmes de homem é foda” [vídeo]

O presidente Jair Bolsonaro realizou uma live apimentada nesta quinta-feira (11/3) e disse que “ciúme de homem é foda” ao criticar os governadores tucanos Joao Doria, de São Paulo, e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.

Alterado, Bolsonaro xingou de “jumento” o ex-presidente Lula por dizer que ele não sabia que a terra é redonda. Em duas oportunidades, o presidente falou sobre o terraplanismo.

“O cacete que o playboy defende da vida”, disse Bolsonaro. “Ele usa máscara, mas faz festa. Fecha São Paulo e vai para Miami. Fecha São Paulo e vai para o Maracanã vê jogo”, disparou.

“Governador gravatinha, com perfume de dois mil, pregando que tem de ficar em casa”, continuou, referindo-se a Doria.

Surtado, Jair Bolsonaro voltou a defender a cloroquina e a flexibilização no uso da máscara.

O presidente ainda reclamou de “vinte governadores” que, segundo ele, estão governando o país no lugar dele. Para o presidente, lockdown é competência privativa da União, não dos estados e municípios. “É estado de sítio”, disse ele.

“Como é fácil botar uma ditadura no Brasil”, disse Bolsonaro. “Eu posso garantir sua liberdade, eu sou a pessoa mais importante nesse processo”, gabou-se.

Além de Lula, Doria, Leite e Albaneis Rocha (DF), Bolsonaro ainda atacou o ex-ministro Ciro Gomes e o ex-prefeito Fernando Haddad.

De acordo com o presidente, Ciro e Haddad também fariam lockdown –contra as liberdades individuais.

O mandatário encontrou tempo ainda para disseminar fake news contra as urnas eletrônicas e, ao fechar a transmissão, chamou de “Carniça” o ex-presidente Lula.

Em síntese, a live presidencial de Bolsonaro desta noite foi um show de horrores.

Você pode assistir aqui: