Bolsonaro foi abandonado pelos mais ricos, diz William Waac

O jornalista William Waack, no Estadão, disse nesta quinta (25/3) que parte relevante do agronegócio e do setor industrial abandonou o presidente Jair Bolsonaro de forma definitiva.

Waack, que é identificado como sendo de direita, afirma houve divórcio, que barca já foi e que a “carta dos economistas” foi o beijo da morte no presidente.

No texto, ele deixa claro que parte importante da elite bolsonarista –ligada ao agronegócio– se decepcionou com a incompetência do governo na pandemia.

O jornalista apresentador da CNN constatou ainda que Bolsonaro é um péssimo operador político e alertou que o empresariado e o Centrão não gostam de se alinhar a perdedores.

Para William Waack, as elites estão revoltadas e isso ficou evidente com o divórcio entre setores de peso das elites econômicas e o presidente.

Portanto, adeus querido Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Notícias ao vivo da Covid: Brasil chega a 300 mil mortos na pandemia

Sites bolsonaristas produzem propaganda para desencorajar vacinação

Bolsonaro mente em pronunciamento que nem sente [vídeo]