Até o astronauta entrou na corrida pela vacina [vídeo]

O ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, oficializou nesta sexta (26/3) sua entrada na corrida pela vacina. As redes sociais adoraram a iniciativa do ex-astronauta.

O suposto imunizante “BR” já ganhou o apelido “AstroVac” numa contraposição ao “ButanVac”, também anunciada hoje pelo governador de SP João Doria (PSD).

De acordo com o ministro, a Anvisa já recebeu pedido de testes de vacina “AstroVac” apoiada pelo governo federal.

Ao lado do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ex-astronauta assegurou que “não tem nada a ver um ponto com o outro” ao responder sobre o anúncio ser realizado horas depois de o governo de São Paulo anunciar que vai pedir autorização para os testes da Butanvac.

LEIA TAMBÉM
Bolsonarista rasga faixa “Vacina Já” em ato que denunciava mais de 300 mil mortes por covid [vídeo]

Lula bota pilha: ‘Bolsonaro é o maior genocida da história do Brasil’

João Doria anuncia a vacina brasileira ‘ButanVac’ e Jair Bolsonaro entra em desespero [vídeo]

Na guerra das vacinas quem perde é a verdade

Há um brocardo no jornalismo que “na guerra a primeira vítima é sempre a verdade”. Bingo.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), já anunciou a fabricação da vacina contra a covid no início da pandemia, ano passado, e o processo do Instituto Butantan só começou no início de fevereiro último, ainda em um processo dependente de insumos importados da China.

Ratinho Junior, governador do Paraná, também havia comunicado em agosto do ano passado o início da produção da vacina russa Sputnik V. No entanto, repentinamente, parou de falar sobre o assunto.

O presidente Jair Bolsonaro, negacionista, agora disse que apoia a vacina “AstroVac”. Se fosse mesmo “quente” o projeto, o mandatário ficaria de fora do anúncio?

Pelas contas feitas pelo Blog do Esmael, se somar todas as vacinas prometidas, supostamente compradas por prefeitos, governadores e presidente, daria para vacinar todo o planeta umas cinco vezes.

Alguém está mentindo nessa história. Alguém vai sair perdendo desse conto do vigário.

Assista ao vídeo: