Adeus, querido Bolsonaro. Pesquisa põe Lula, Ciro e Mandetta à frente nas eleições de 2022

Pesquisa da consultoria Atlas aponta que o presidente Jair Bolsonaro seria derrotado, se as eleições fossem hoje, num eventual segundo turno contra o ex-presidente Lula e os ex-ministros Ciro Gomes e Henrique Mandetta. A vantagem seria de ao menos 8 pontos sobre o atual mandatário.

De acordo com o jornal espanhol El País, citando a pesquisa Atlas, numa simulação de primeiro turno das presidenciais, Bolsonaro aparece com 32,7% das intenções de voto, contra 27,4% de Lula, formando o primeiro pelotão isolado.

Na sequência, no segundo pelotão, aparecem o ex-ministro Sergio Moro (9,7%), Ciro Gomes (7,5%), Luiz Henrique Mandetta (4,3%), o governador paulista João Doria (4,3%) e o apresentador Luciano Huck (2,5%).

Em um cenário sem o ex-presidente Lula, o ex-prefeito Fernando Haddad aparece em segundo lugar, com 15,4% das intenções de voto.

Lula aparece com 44,9% contra 36,9% de Bolsonaro, e bateria o “Capitão Cloroquina” com 8 pontos de diferença.

Na simulação de segundo turno com Ciro, o pedetista também bate Bolsonaro (44,7% contra 37,5%).

O levantamento mostra uma boa performance de Mandetta em uma eventual disputa final, apesar dos números modestos do democrata no primeiro turno. O ex-ministro da Saúde bateria o antigo chefe por 46,6% contra 36,9%.

Já o tucano Doria aparece em rigoroso em empate com o presidente no levantamento, que tem margem de erro de dois pontos percentuais.

A pesquisa Atlas foi realizada com 3.721 entrevistas feitas por questionários aleatórios via internet. As respostas são calibradas por um algoritmo de acordo com as características da população brasileira.

Com informações do El País