Vacina russa Sputnik V não será mais fabricada no Paraná. “Por quê?”, questiona Requião Filho

O deputado estadual Requião Filho (MDB-PR) protocolou um requerimento esta semana para saber por que o govenador Ratinho Junior (PSD), do Paraná, desistiu de fabricar a vacina russa Sputnik V. Ele também falará sobre isso neste sábado (6), às 11h, em entrevista ao vivo para o Blog do Esmael.

Segundo o parlamentar do MDB, um laboratório particular assumiu a fabricação do imunizante diante da desistência do governo do Paraná.

Desde o ano passado, Ratinho Junior divulgou amplamente a informação de que o Tecpar iria produzir a vacina após assinar um protocolo de validação da fase 3 de estudos em andamento e a intenção seria de submeter à validação da Anvisa até o fim de setembro de 2020 passado, o que não ocorreu.

“Por que tanto silêncio nesse tempo todo? Por que, de repente, o Paraná deixou de ter interesse na fabricação da vacina e vai passar a um grande laboratório particular?”, questiona Requião Filho.

“Desta forma, solicito cópia na íntegra do protocolo firmado com e empresa Russa para a fabricação da Vacina no Estado e de todos os documentos correlatos, incluindo a desistência de alteração da fabricação pela TECPAR pela opção compra do laboratório particular desde os firmados em meados de 2020 até o presente momento”, pede o deputado no requerimento a Ratinho.

Requião Filho também quer saber quais as previsões de gastos com a fabricação em contrapartida à compra da Sputnik V por um laboratório privado, dentre outros questionamentos detalhados.

Recentemente, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) questionou o motivo de o Paraná receber menos vacinas que os demais estados do Sul.

Serviço:
Entrevista ao vivo com Requião Filho
Sábado, dia 6
Às 11 horas
Blog do Esmael.