Toffoli diz que atos antidemocráticos teve financiamento estrangeiro

Compartilhe agora

Em entrevista ao programa Canal Livre, da TV Bandeirantes, na madrugada desta segunda-feira (22), o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que o inquérito das fake news na Corte identificou financiamento estrangeiro a pessoas envolvidas em atos antidemocráticos.

“Esse inquérito que combate às fake news e os atos antidemocráticos em quebra de sigilos bancários já foi identificou financiamento estrangeiro internacional a atores que usam as redes sociais para fazer campanhas contra as instituições, em especial o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional”, disse o ministro.

“Está em curso o aprofundamento desses dados de investigação pelo ministro Alexandre de Moraes, que é gravíssimo. A história do Brasil já mostrou que financiamentos a grupos radicais, seja de extrema direita ou de extrema esquerda, vem para criar o caos e desestabilizar a democracia em nosso País”, completou.

Assista ao vídeo:

O que são atos antidemocráticos?

No âmbito do inquérito das fake news, no STF, são os protestos bolsonaristas que pedem o fechamento do Supremo e do Congresso Nacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.