Sem Bolsonaro, presidente da Câmara assume o timão na pandemia

Após a agressão do presidente Jair Bolsonaro a governadores, nesta sexta-feira (26), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), informou neste sábado (27) que pretende fazer uma teleconferência com os governadores na próxima semana, junto com o relator-geral da proposta de Orçamento da União de 2021, senador Marcio Bittar (MDB-AC), e a presidente da Comissão Mista de Orçamento, deputada Flávia Arruda (PL-DF), para ouvir propostas sobre como o Orçamento da União pode ajudar na superação da pandemia.

“Neste momento em que inúmeros governadores estão tendo que tomar a difícil decisão do lockdown, é hora de contribuir, buscando novas alternativas e novas vias legais para, juntos, mitigarmos essa crise”, disse ele, em suas redes sociais.

O gesto de Lira é uma contraposição à agressão de Bolsonaro a governadores que tomaram medidas contra o avanço da pandemia.

“Também ouvirei os governadores sobre sugestões legislativas emergenciais para tramitarem em caráter de urgência, que possam ser adotadas, respeitando o teto fiscal, com o objetivo de enfrentar os efeitos da Covid 19. Com o recrudescimento e nova onda da pandemia, quero  chamar todos os governadores para contribuírem com sugestões na formulação do orçamento geral da União”, acrescentou.

Diante do avanço de casos e mortes por covid, ao menos 12 governadores anunciaram medidas mais duras para conter o vírus entre lockdown e toque de recolher. Veja os estados:

  • Bahia
  • Ceará
  • Paraíba
  • Piauí
  • Paraná
  • Rio Grande do Norte
  • São Paulo
  • Acre
  • Distrito Federal
  • Mato Grosso do Sul
  • Pernambuco
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil tem 10.455.630 casos e 252.835 mortes por covid-19 até a noite desta sexta.

A capacidade de atendimento das UTIs nos estados está esgotada, de acordo com as secretarias estaduais de saúde.