roberto requião

Requião diz que Bolsonaro ‘apenas alugou’ o Congresso Nacional: ‘não houve compra’

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), enquanto se prepara para voltar ao governo do Paraná, em 2022, entre uma tuitada e outra, comenta a movimentação nos bastidores da política brasileira.

Após a eleição no Congresso Nacional, Requião contestou a versão segunda qual o presidente Jair Bolsonaro comprou as presidências e diretorias da Câmara e do Senado.

“Analistas políticos afirmam que Bolsonaro não comprou a presidência da Câmara, apenas alugou”, escreveu no Twitter o emedebista paranaense.

Na segunda-feira (1º), o Senado elegeu Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e a Câmara escolheu Arthur Lira (PP-AL). Ambos são aliados do inquilino do Palácio do Planalto.

Requião acredita que o aluguel pode custar muito mais caro que a compra efetiva do parlamento.

“Notem que o aluguel pode ser corrigido a cada momento, e em determinadas circunstâncias o preço pode ser impagável”, concluiu.