Requião desmistifica queda nas ações da Petrobras: hora do governo recomprar mais barato

Compartilhe agora

O ex-senador Roberto Requião (MDB) deu uma dica de ouro para o presidente Jair Bolsonaro no momento em que as ações da Petrobras caem na bolsa de valores: é hora de o governo recomprar o controle.

O papo é que a Petrobras perdeu R$ 102,5 bilhões do valor de mercado após Bolsonaro trocar o presidente da estatal. No lugar de Roberto Castello Branco entrou Joaquim Silva e Luna.

Segundo Requião, não há nenhum problema na Petrobras perdendo o valor de mercado. “Este valor só é mantido com o superfaturamento absurdo em cima dos combustíveis no Brasil, ou seja, nas costas do povo brasileiro”, explicou.

Para encorajar Bolsonaro, o ex-senador do MDB lembra que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, comprou ações e estatizou completamente o petróleo quando o mercado vacilou.

“Quando o tal mercado derrubou as ações da companhia petrolífera na Rússia, Putin bancou o jogo, comprou ações e estatizou completamente o setor”, disse Requião.

O problema é que o Brasil não é a Rússia e Bolsonaro não é Putin, mas o exemplo além-mar é fundamental quando o País voltar a ter governo.

Roberto Requião disse ainda que escritórios americanos se preparam para processar a Petrobras, se a empresa rever sua política de aumento de preço nos combustíveis hoje atrelada à variação do dólar e à cotação internacional do petróleo.

“Entenderam? Se a empresa não roubar o povo brasileiro será processada nos Estados Unidos. Isto é resultado dos governos entreguistas e da lava jato. Mas não é só isso, teremos alguns generais garantindo tudo”, disparou.