Lockdown em Salvador para combater a covid-19 começou hoje

Começou a valer a partir das 17h de hoje (25) as medidas restritivas (lockdown) adotadas pela Prefeitura de Salvador para conter o avanço nos casos de covid-19 na capital baiana. Com isso, todas as atividades não essenciais terão que fechar as portas até as 05h da segunda-feira (1°).

Desde a terça-feira (23), todos os campos e quadras públicos estão fechados para a realização de atividades esportivas. Ontem (24), foi a vez das praias e clubes sociais da cidade que voltaram a ser fechados. Nos dois casos, as determinações valerão pelo prazo inicial de sete dias.

Segundo o prefeito Bruno Reis, as interdições visam ampliar o isolamento social para conter o avanço de casos da covid-19 e evitar um possível colapso na rede de assistência à saúde. A capital baiana já tem um toque de recolher a partir das 20h, enquanto os bares e restaurantes só podem funcionar até as 18h.

“Diante da situação crítica da rede de saúde com o aumento dos casos, acabei de anunciar em conjunto com o governador da Bahia, Rui Costa, novas medidas para nossa cidade e toda região metropolitana. A partir de sexta (26), 17h, até segunda (1º), 5h, vamos fechar todas as atividades não essenciais”, disse o prefeito por meio de uma rede social.

Com piora da pandemia, Salvador fecha praias e clubes

A prefeitura de Salvador anunciou o fechamento de todas as praias da capital, além de quadras, campos e clubes sociais. A medida se dá em função do aumento expressivo de casos de covid-19 na capital baiana e passou a valer desde terça-feira (23), com o fechamento de quadras e clubes e desligamento da iluminação pública nesses locais. No caso das praias e clubes sociais, o fechamento começou nesta quarta-feira (24).

Segundo o prefeito, praticamente 100% das unidades de terapia intensiva (UTIs) da cidade estão ocupadas. O governo da Bahia também já havia determinado a ampliação do toque de recolher no estado, que agora começa às 20h e vai até às 5h do dia seguinte. A medida entrou em vigor nesta segunda-feira, reduzindo também o atendimento presencial em bares e restaurantes, que será até 18h, o horário do transporte metropolitano (até 20h30) e o delivery de alimentos, que só poderá ser feito até 23h.

Paraíba

Na Paraíba, a prefeitura de João Pessoa e o governo estadual também anunciaram novas restrições para conter o avanço da pandemia. Uma delas é o fechamento do acesso à orla das praias. Eventos esportivos, religiosos, cinemas, teatros e shows também ficam suspensos nos próximos 15 dias. As aulas presenciais na rede pública estadual também foram adiadas. As medidas constarão em novo decreto estadual publicado na terça-feira (23).

“A Paraíba teve uma piora considerável na décima nona avaliação do Plano Novo Normal. Saltamos de 22 para 138 municípios em bandeira laranja e de 0 para 6 em bandeira vermelha. Isso exige uma ação efetiva para salvar vidas e evitar o colapso do nosso sistema de saúde”, postou o governador João Azevêdo em sua redes sociais, no fim de semana.