Justiça do Rio afasta Flordelis do cargo de deputada federal

Compartilhe agora

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) afastou nesta terça-feira (23) Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) de seu mandato de deputada federal. Ela é acusada de ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do TJ-RJ acompanharam por unanimidade o voto do relator Celso Ferreira Filho pelo afastamento da deputada, em julgamento por videoconferência.

A decisão será encaminhada em um prazo de 24 horas à Câmara dos Deputados, em Brasília, que decidirá em plenário se o afastamento será mantido ou não.

LEIA TAMBÉM

Presidente do Senado admite resistência a desvincular verbas de Saúde e Educação

MDB nacional interveio no diretório MDB do Paraná

Decreto lista rodovias, portos e aeroportos a serem privatizados

Também nesta terça-feira, o Conselho de Ética da Câmara instaurou um processo disciplinar contra Flordelis. Caso o colegiado decida pela cassação da parlamentar, essa decisão também deverá ser referendada pelo plenário da Casa.

Com informações do Uol