fernando "Mercado aplaude calote e juiz ladrão. Que surpresa", lamentou Haddad no Twitter.

Haddad pede a cassação do deputado bolsonarista preso Daniel Silveira

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT) defendeu nesta quarta-feira (17) a cassação do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) como recado para o presidente Jair Boslonaro.

Segundo Haddad, o bolsonarismo testa a cada dia o ambiente para o fechamento do regime não há dúvida, porém, disse o petista, o desfecho do caso do deputado preso servirá de alerta.

“Se ele não tiver o mandato cassado, o recado para Bolsonaro avançar estará claro”, opinou Fernando Haddad, para quem “democracia não se negocia”.

A deputada federal Luiza Erundina (PSOL-SP), ao comentar a prisão de Daniel Silveira, se lembrou que ele foi responsável por contínuos ataques à democracia, além de ser um disseminador contumaz de fake news. “Foi ele quem, em 2018, quebrou a placa da Marielle Franco”, disse.

Daniel Silveira, em 2018, quebrou a placa de Marielle Franco durante sua campanha à Câmara.

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) também recordou que foi o deputado preso, Daniel Silveira, que quebrou a placa de Marielle nas eleições de 2018. Segundo Freixo, o parlamentar defende um novo AI-5 e ele é a imagem do banditismo bolsonarista, que atenta contra a Democracia e o Estado de Direito.

O deputado Daniel Silveira foi preso em flagrante na noite de terça (16) por publicar um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, instrumento de repressão mais duro da ditadura militar, e defender o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF), o que é inconstitucional. O mandado de prisão foi expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news na corte máxima.