Curitiba também ficará sem vacinas a partir de sexta enquanto Bolsonaro segue em férias

Compartilhe agora

A Prefeitura de Curitiba comunicou nesta segunda-feira (15) que a aplicação das primeiras doses de vacinas contra a Covid-19 em idosos com menos de 85 anos em Curitiba após sexta-feira (19) dependerá da chegada de novas doses à cidade.

A exemplo do Rio de Janeiro e de outras cidades do país, as doses do imunizante estão em falta e isso compromete o plano nacional de vacinação.

Desde o último dia 17 de janeiro, quando se iniciou a vacinação no país, apenas 2,5% receberam a dose. Dos 212 milhões de brasileiros, foram imunizados apenas 5,4 milhões de pessoas.

Enquanto isso, na Praia do Forte, em Santa Catarina, o presidente Jair Bolsonaro segue em férias. Ele curte o feriadão de Carnaval em São Francisco do Sul juntamente com amigos e familiares, com direito à aglomerações e descumprimento das regras sanitárias como o uso de máscara.

Sexta-feira acaba a vacina

A prefeitura curitibana informa que o estoque atual de 62 mil doses, para a vacinação de idosos com 85 anos ou mais, vai durar somente até sexta-feira (19).

O Ministério a Saúde não informou a data para o envio de novas doses à capital paranaense.