Bolsonarista Bia Kicis presidirá a CCJ da Câmara

A deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL-DF) foi escolhida pelo novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

Considera a principal comissão da Câmara, a CCJ tem entre suas atribuições a análise da constitucionalidade de projetos, além da admissibilidade de proposta de emenda à Constituição e de pedidos de impeachment de presidentes.

Pelas redes sociais, a deputada comentou a escolha e afirmou que ocupar a presidência da comissão é “uma grande honra”.

“É uma grande honra para mim e muita responsabilidade, para a qual meus 24 anos como procuradora, um ano como primeira vice-presidente da CCJ e meu amor pelo Brasil me habilitam, com fé em Deus!”, escreveu ela no Twitter.

Bia Kicis é uma das investigadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no inquérito que apura atos antidemocráticos promovidos por grupos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A investigação foi aberta em abril do ano passado, após manifestações em Brasília pedirem o fechamento do Congresso e do Supremo.

Na Câmara, o receio da oposição é que a deputada use a CCJ para viabilizar a aprovação de pautas bolsonaristas.