Biden e Kamala Harris não são fofos, descobrem internautas após bombardeio à Síria

As redes sociais se decepcionaram com o bombardeio à Síria pouco mais de um mês após os democratas Joe Biden e Kamala Harris assumirem a Casa Branca.

O encanto quebrou nesta sexta-feira (26) com alguns brasileiros, que haviam torcido a favor dos democratas contra o “demônio” do ex-presidente Donald Trump.

“Muito obrigada por me avisar mais uma vez que a Kamala Harris e o Joe Biden não são bonzinhos, eu jamais poderia imaginar”, ironizou uma internauta.

A discussão surgiu porque Biden ordenou o bombardeio à Síria sem nenhuma autorização legal.

Após 36 dias na presidência, Joe Biden meteu bala nos sírios, embora eles–preocupados com sua miséria humana não tenham atacado os Estados Unidos e a ONU não tenha aprovado tal agressão.

A vice americana é classificada nas redes sociais como a “primeira mulher negra a bombardear a Síria” –o que é uma grande verdade.

Pelo que noticiaram os jornais dos EUA, hoje, o bombardeio foi mais para satisfazer o interesse de um parceiro privado do governo americano na Síria do que uma questão de Estado.

O primeiro ataque militar de Biden matou 17 pessoas.