Reino Unido se prepara para mais restrições da Covid-19

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, antecipou um aumento nas restrições em meio à vacinação em massa.

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou neste domingo (3) que planeja apertar as medidas de restrição no Reino Unido em face aos novos casos de coronavírus identificados nos últimos dias.

As reações do chefe do Governo vêm depois de sábado marcar um recorde histórico de quase 58 mil novas infecções em apenas 24 horas, além de mais 445 mortes; com os quais chegaram a um total de 2.599.789 infecções e 74.570 mortes.

As declarações de Johnson à BBC expressam: “Aceitei totalmente a ideia de que é necessário fazer o que for preciso para conter esse vírus”, numa época em que o país é assolado pela doença, agravada pela identificação de uma nova variante dentro de suas fronteiras, potencialmente mais contagiosa do que as cepas anteriores.

O premiê acrescentou: “Temos que examinar esta situação constantemente, mas não nos direcionarão motivações políticas, mas sim questões de saúde pública”.

Londres, a capital, elevou sua taxa para 807 positivos por 100 mil habitantes nos últimos 15 dias, ante a média de 675 da semana passada.

Diante dessa situação, Johnson garantiu que não descarta nenhuma opção e que poderia manter as escolas fechadas até maio, se necessário e, nesse sentido, elaborou: “Estamos lutando contra uma nova cepa que se faz notar principalmente em Londres e no sudeste do país, e é por isso que temos que tomar medidas excepcionais em algumas áreas. ”

De acordo com a situação atual, o primeiro-ministro explicou que agora tem diante de si um “espectro de medidas mais duras” que submeterá à consideração nas próximas semanas, incluindo o fechamento de escolas, embora “não seja uma opção que queiramos abordar” .

Tudo isto acontece a meio da campanha de vacinação massiva que o Governo britânico iniciou desde a última semana de Dezembro de 2020, mas cujos resultados ainda vão demorar a ser verificados na prática de uma diminuição das infecções.