PT “morto” vai decidir a eleição no Congresso

O ex-presidente Lula disse certa feita que não existe “morto” definitivo em política. E ele tem razão.

A política, a exemplo do cinema, não mata definitivamente seus personagens. Se morre num filme como bandido, ele aparece no papel de mocinho na próxima película.

Pois bem, o PT, que já foi dado como “morto” pelas fake news da mídia brasileira, irá decidir a disputa na presidência da Câmara.

O diabo é que nessa guerra ideológica até alguns petistas acabavam acreditando que o PT estava mortinho. Mentira. Notícia falsa. A legenda está vivinha da Silva.

O Partido dos Trabalhadores tem a maior bancada na Casa com 54 deputados e é considerado a fiel da balança na disputa de 1º de fevereiro.

Oficialmente, o PT anunciou apoio à eleição de Baleia Rossi (MDB-SP) condicionado ao compromisso de abrir o impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro.

Com 6 senadores, o PT também é o fiel da balança no Senado, onde os nomes ainda não estão bem definidos.