Paraná rebaixado após Bolsonaro vestir a camisa do time, que caiu para a terceira divisão

O presidente Jair Bolsonaro continua dando azar na política e no futebol e segue fazendo jus ao apelido de Mick Jagger. Após o mandatário vestir a camisa do Paraná, o time caiu para a terceira divisão do campeonato brasileiro. A nação Tricolor está inconformada.

O Paraná foi o terceiro time rebaixado na Série B desta temporada.

Na noite desta terça-feira (26), a equipe do Paraná perdeu para o Oeste por 1 a 0, em Barueri, pela 37ª rodada. O gol foi marcado pelo lateral-direito Raí Ramos. O resultado deixou o Tricolor paranaense no 18º lugar com 36 pontos. Seis atrás do Vitória, que é o primeiro time fora do Z-4. E, como falta apenas uma rodada para o final do campeonato, o Paraná vai disputar a Série C do Campeonato Brasileiro na próxima temporada.

A situação é inédita na história do clube fundado em 1989.

A equipe chegou a disputar a terceira divisão, mas em 1990, logo após sua fundação. Antes do time de Curitiba, já haviam sido rebaixados o lanterna Oeste e o penúltimo colocado Botafogo de Ribeirão Preto.

No desespero, o Paraná partiu para cima e criou as melhores chances. Teve de tudo. Cobrança de falta que passou raspando a trave esquerda do goleiro do Oeste. Chute forte da meia-lua da área para boa defesa do goleiro Glauco. Uma bola batida de chapa para fora em excelente condição. No total dos primeiros 45 minutos, o Paraná criou 12 chances e o Oeste apenas uma.

Na etapa final, o panorama seguiu o mesmo. Paraná tentando forçar, mas sem efetividade. Inclusive, quem chegou a balançar a rede foi o Oeste. Aos 29, o atacante Pedrinho mandou de cabeça para a rede. Mas estava impedido e o gol foi anulado. Aos 32, teve uma falta bem batida pelo lateral-esquerdo Jean Victor. Mas, o goleiro Glauco fez uma grande defesa. Aos 44, veio o golpe de misericórdia. O lateral-direito Raí Ramos cobrou falta na entrada da área. A bola desviou na barreira do Paraná e foi para a rede do goleiro Renan.

Na última rodada, os dois times só cumprem tabela. O tricolor recebe o Cruzeiro na sexta-feira (29), no estádio Durival de Britto, em Curitiba. Também na sexta, o Oeste vai até São Luís, no Maranhão, para enfrentar o Sampaio Corrêa.

“A queda do Paraná para a terceira divisão dói fundo no peito da esquerda curitibana, herdeiro que é da Ferroviária, time dos comunistas e da esquerda curitibana. O que veio depois é lamentável! Triste!”, escreveu no Twitter o advogado Luiz Carlos Rocha, o Rochinha.