Oswaldo Eustáquio, herói bolsonarista, volta para prisão domiciliar

Compartilhe agora

O jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio teve nesta terça-feira (26) a prisão preventiva convertida em domiciliar. A decisão foi do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito das fake news.

No entanto, Moraes impôs uma série de cautelares ao herói bolsonarista:

  • proibido de receber visitas
  • impedido de conceder entrevistas
  • vetado contato com outros investigados
  • proibido de usar redes sociais “em nome próprio ou ainda por intermédio de sua assessoria de imprensa ou de comunicação”

Alexandre de Moraes tinha mandado o jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio de volta à prisão no último dia 18 de dezembro de 2020.

Moraes havia determinado que o bolsonarista cumprisse prisão preventiva depois que ele desobedeceu medidas alternativas à prisão impostas anteriormente.

Oswaldo Eustáquio é acusado de organizar e participar de atos antidemocráticos, de ataques ao STF e Congresso Nacional.