Negacionista, Véio da Havan “cai” ao testar positivo para covid

Compartilhe agora

Caiu um dos ícones do bolsonarismo e do negacionismo, o empresário Luciano Hang, o Véio da Havan, ao testar positivo para covid-19.

O Véio da Havan, 58 anos, está internado no Hospital Santa Maggiore, no Morumbi, em São Paulo.

No fim de 2020, o empresário bateu boca para manter abertas as lojas da Havan contrariando orientação de autoridades sanitárias, prefeituras, polícia, dentre outros.

A exemplo de Bolsonaro, o Véio da Havan vinha pregando o uso da hidroxicloroquina, aplicação de ozônio e da ivermectina como “tratamento precoce” ao coronavírus. A Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) rechaçam a existência de tratamento precoce contra a covid.

Além do Véio da Havan, outros membros do clã Hang foram infectados pelo vírus. A mulher dele, Andrea, e a mão do empresário catarinense, Regina Modesti Hang, de 82 anos, também estão internadas para tratamento da doença.