Impeachment de Trump avança mesmo após o fim de seu mandato

Compartilhe agora

O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pode sofrer impeachment mesmo após ter deixado a Casa Branca.

A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, deve enviar o processo contra Trump ao Senado na próxima segunda-feira (25), dando mais um passo ao início do julgamento do ex-presidente. Ele é acusado de incitação à violência no episódio do invasão ao Capitólio.

Os democratas da Câmara defendem que é necessário um “ajuste de contas” antes que o país possa seguir em frente.

Já os Republicanos querem adiar o início do julgamento para dar ao ex-presidente tempo para a preparar sua defesa.

Uma eventual condenação de Trump teria o efeito de esfriar os ímpetos extremistas dele e de seus seguidores. Após o impedimento, os democratas pretender avançar e cassar os direitos políticos do republicano, que ficaria proibido de concorrer a qualquer cargo federal.

Juntamente com a eleição e posse de Biden, a condenação de Trump teria um efeito devastador na extrema-direita mundial, incluindo no presidente Bolsonaro. Seria um duro golpe nos bolsonaristas ver o seu principal ídolo condenado pelo Congresso dos Estados Unidos.

Poderia servir de inspiração para o Congresso Brasileiro, livrar nosso país da extrema-direita.

LEIA TAMBÉM

Biden é empossado como 46º presidente; Trump já é passado nos EUA

“O melhor está por vir”, ameaça Donald Trump na despedida [vídeo]

Com informações do Sputnik.