Covardia de Maia vai dar a vitória para Bolsonaro na Câmara

Compartilhe agora

A frouxidão do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tende a confirmar vitória de Jair Bolsonaro com o preposto Arthur Lira (PP-AL), do Centrão, no próximo dia 1º de fevereiro.

O Blog do Esmael já registrou antes que somente a abertura do impeachment do presidente da República poderia incendiar o jogo, capaz de provocar uma reviravolta.

A cinco dias do fim do mandato, Maia sequer controla o DEM.

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, rachou o DEM para emparelhá-lo com Bolsonaro e Lira.

Rodrigo Maia não dá atenção à máxima segunda qual ‘em política só não vale perder’.

A aceitação de um dos 62 pedidos de impeachment poderia embaralhar a disputa na Câmara.

O atual cenário modorrento favorece Bolsonaro.

Ocorre que Maia não tem autonomia. Ele é servo de dois senhores: do mercado financeiro e da mídia.

Os donos do poder –bancos e velha mídia– estão ganhando muito com a pandemia e com Bolsonaro.

Aos olhos dos especuladores, não se mexe em time que está ganhando…

… Lira será a perpetuação do atual estado de coisas, portanto.