Com Lula, Dilma, outros nove ex-presidentes e 50 líderes, Grupo de Puebla discute manifesto progressista

Compartilhe agora

O Grupo de Puebla, fórum político e acadêmico Ibero-Americano que conta com 49 líderes de 15 países, realiza, nesta sexta-feira (29), a partir das 13h, a quinta reunião do grupo. Intitulado “América Latina Mudou”, o encontro debaterá o manifesto progressista, um documento em construção, organizado pelos fundadores do Grupo de Puebla e pelo braço acadêmico do fórum.

O manifesto consiste em 28 critérios centrais para o estabelecimento de um modelo solidário, que destaca a recuperação do papel fundamental do Estado, a constituição da saúde como bem público global e o acesso livre à informação. Além disso, uma reforma do sistema das Nações Unidas e o apoio ao multilateralismo e à multipolaridade, entre muitas questões de interesse econômico e social para a região.

Acompanhe o evento ao vivo:

Canal da Fundação Perseu Abramo no YouTube / Facebook

Durante a reunião, também será apresentado um modelo de desenvolvimento solidário para a comunidade internacional, que garanta a consolidação da América Latina como uma zona de paz, a continuidade e o fortalecimento de suas democracias. Também o respeito permanente aos direitos humanos e um modelo que permita avançar na redução das desigualdades sociais por meio da inclusão e do fortalecimento das relações multilaterais.

Além de Lula e Dilma, participarão da reunião outros nove ex-presidentes, como Rafael Correa, Ernesto Samper, Leonel Fernández, Fernando Lugo e José Luis Rodríguez Zapatero, e 50 lideranças da região, como Aloizio Mercadante, ex-ministro e presidente da Fundação Perseu Abramo; Fernando Haddad, ex-ministro e ex-prefeito de São Paulo; Celso Amorim, ex-chanceler; Carol Proner, jurista; Camilo Lagos, presidente do Partido Progressista do Chile, Camilo Lagos, Elizabeth Gómez Alcorta, ministra da Mulher, Gênero e Diversidade da Argentina, entre outros.

Da Fundação Perseu Abramo