Brasil pode ter megaepidemia em 60 dias, diz Mandetta

Compartilhe agora

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse na noite desta quarta-feira (27) que a variante do novo coronavírus detectada em Manaus (AM) pode provocar uma megaepidemia no Brasil em 60 dias.

“A quinta crise (que estamos enfrentando) é essa história dessa cepa, dessa variante em Manaus, que o mundo inteiro está fechando os voos para o Brasil e o Brasil está, não só aberto normalmente, como está retirando paciente de Manaus e mandando para Goiás, mandando para a Bahia, mandando para outros lugares sem fazer os bloqueios de biossegurança”, disse o ex-ministro em entrevista ao programa Manhattan Connection, da TV Cultura.

“Provavelmente, a gente vai plantar essa cepa em todos os territórios da federação e daqui a 60 dias a gente pode ter uma megaepidemia”, completou.

As outras quatro crises enfrentadas pelo Brasil ao longo da pandemia apontadas por Mandetta na entrevista foram as seguintes:

– a sabotagem do presidente Jair Bolsonaro ao sistema de prevenção;
-a defesa do uso da cloroquina –que “contaminou a política do tratamento”;
-pouco alcance da testagem
-o discurso desestimulante de Bolsonaro à vacina.

Identificada pela primeira vez no dia 9 de janeiro em Manaus, a nova variante do coronavírus já foi registrada na cidade de São Paulo e em diversos países, como Itália, Estados Unidos, Alemanha e Japão.

Com informações do Uol