Bolsonaro publica foto com Xi Jinping enquanto seu filho, Eduardo, se cala sobre a China

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro tem dado demonstrações públicas do por que não merece continuar no cargo. Há dois dias, o mandatário questionou eficácia da vacina e disse que não defende a obrigatoriedade do imunizante.

Hoje, no entanto, depois de pesquisas, Bolsonaro virou a chave. Agradeceu a sensibilidade do governo chinês e postou uma foto com o presidente da potência asiática, Xi Jinping.

No ano passado, o filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, dissera que a culpa da pandemia era da China e o então ministro da Economia, Abraham Weintraub, chamara a doença de vírus chinês.

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, um cadáver arrastado por Bolsonaro, também criticara a embaixada da China que repreendeu o “Zero Três” por causa de agressões.

Pois bem, hoje Eduardo ficou pianinho e não abre a boca para falar sobre a china. Enquanto isso, o velho Bolsonaro agora puxa o saco de Xi Jinping.

Veja o que publicou o presidente em suas redes sociais:

– A Embaixada da China nos informou, pela manhã, que a exportação dos 5400 litros de insumos para a vacina Coronavac foi aprovada e já estão em área aeroportuária para pronto envio ao Brasil, chegando nos próximos dias.

– Assim também os insumos da vacina Astra-Zeneca que estão com liberação sendo acelerada.

– Agradeço a sensibilidade do Governo chinês, bem como o empenho dos Ministros Ernesto Araújo, Eduardo Pazuello e Tereza Cristina.

Os Bolsonaro acharam que iriam tirar vantagem de uma briga política contra a China, um país de quase 6 mil anos, que já foi a principal superpotência do mundo e se prepara para recuperar esse posto em breve.