Bolsonaro prepara falsa polêmica sobre aborto para despistar crise do impeachment

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro vai tentar distrair o distinto público com a falsa polêmica do aborto. A ideia dele é driblar a crise do impeachment, que já é uma realidade no Congresso e no Palácio do Planalto. Vide as manifestações desse fim de semana em todo o País.

Segundo a Paraná Pesquisas, 79% dos brasileiros seriam contrários ao aborto ante 16,6% favoráveis à interrupção da gravidez. Apenas 4,4% não sabem ou não opinaram.

O levantamento foi realizado entre os dias 16 e 19 de janeiro com 2.060 pessoas. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

No tema veio à baila com a aprovação na Argentina e na Coreia do Sul do aborto legal, seguro e gratuito.

A Paraná Pesquisas é o instituto predileto do presidente Bolsonaro, que não sai do Palácio da Alvorada sem falar com o CEO da empresa Murilo Hidalgo.

Em tempo: com o fechamento do Ibope, a Paraná Pesquisas e Datafolha monopolizam atualmente o mercado da opinião pública no País.