Bolsonaro diz para a imprensa ir à PQP e enfiar o leite condensado no rabo; assista

Compartilhe agora

O presidente Bolsonaro não tem o mínimo respeito pelo cargo que ocupar e nem pelo país que deveria conduzir. Em meio as suspeitas de compras de alimentos desnecessários e supérfluos, ele perdeu a linha novamente e partiu para a baixaria.

Assista:

A claque presente foi ao delírio, gritando ‘mito’. Triste Brasil.

Vem aí uma CPI para apurar a farra do leite condensado

“Esses números são absurdos. É preciso instaurar, com urgência, uma CPI para investigar esses gastos”, declarou o deputado federal Helder Salomão (PT-ES), ao protocolar na Câmara Federal, um pedido de instalação de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para apurar os mais de R$ 1,8 bilhão gasto pelo Governo Federal com compras de produtos como leite condensado, para órgãos do Poder Executivo.

A lista de alimentos foi divulgada pelo Painel de Compras do Ministério da Economia e nela constam gastos de R$ 15,6 milhões com leite condensado, R$ 16,5 milhões com batata frita embalada, R$ 13,4 milhões com barras de cereais, R$ 21,4 milhões em iogurte natural, R$ 2 milhões em chicletes entre outros. Essas compras foram realizadas em 2020. Coincidentemente, após divulgação dos gastos pela imprensa, o portal do Ministério da Economia que apresenta as compras governamentais saiu do ar.