Apesar de Bolsonaro, Índia libera envio da vacina contra a Covid-19 para o Brasil

Apesar das ‘presepadas’ de Bolsonaro e Ernesto Araújo, o governo da Índia liberou o envio da vacina contra Covid-19 para o Brasil. A primeira remessa será enviada para o Brasil e Marrocos na sexta-feira (22), segundo o secretário de Relações Exteriores da Índia.

As vacinas desenvolvidas pela farmacêutica britânica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford estão sendo fabricadas no Serum Institute, na Índia, o maior produtor mundial de vacinas.

Essa é a vacina bancada pelo governo federal através da Fiocruz.

O governo indiano havia suspendido a exportação de doses até iniciar seu próprio programa doméstico de imunização no fim de semana passado. No início desta semana, o país enviou carregamentos gratuitos para países vizinhos, incluindo Butão, Maldivas, Bangladesh e Nepal.

Virão 2 milhões de doses, o que é muito pouco. Mas é o suficiente para Bolsonaro fazer propaganda e sair na foto; assim como já está fazendo seu principal concorrente, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Com informações da Reuters via G1

Ernesto Araújo entra na marca do pênalti com a posse de Joe Biden

Mundo já vacinou 42 milhões enquanto Bolsonaro não sabe o que fazer no Brasil