Venezuela proíbe entrada de todos que visitaram o Reino Unido por causa da nova cepa de COVID-19

As autoridades da Venezuela proibiram a entrada de qualquer pessoa que tenha estado recentemente no Reino Unido em meio a temores de disseminação da mutação da COVID-19, recentemente descoberta, disse a vice-presidente Delcy Rodríguez na segunda-feira.

“Há uma situação na Europa relacionada à nova cepa de coronavírus identificada no Reino Unido. O presidente Nicolas Maduro imediatamente proibiu as pessoas que visitaram o Reino Unido de entrar em nosso país”, comunicou Rodriguez.

Casos de COVID-19 no mundo

A contagem global de COVID-19 é de 76.794.181 casos, com os Estados Unidos liderando a contagem (17,8 milhões).

O número global de mortos atingiu 1,692 milhão, de acordo com a Universidade Johns Hopkins de Baltimore, Maryland, que rastreia e compila dados de autoridades nacionais e locais, a mídia e outras fontes.

Vários países da União Europeia e fora dela começaram a suspender as viagens com o Reino Unido no domingo devido aos riscos associados à descoberta de uma nova cepa de coronavírus lá.

No sábado, o governo do Reino Unido praticamente bloqueou partes do país, incluindo Londres, depois de admitir que mais da metade de todos os novos casos de COVID-19 foram causados ​​por uma cepa mutante de coronavírus que pode transmitir até 70 por cento mais rápido.

Enquanto isso, Estados Unidos, Índia e Brasil lideram em número de infecções por coronavírus registradas.

O maior número de mortes relacionadas ao COVID-19 foi observado nos Estados Unidos, Brasil, Índia e México, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.