Vacas siberianas usam sutiãs de lã para se manterem aquecidas

À medida que as temperaturas do inverno caem abaixo de 45 graus Celsius negativos na vila mais fria da Rússia, até mesmo as vacas locais precisam de toda a ajuda que puderem para se manterem aquecidas – incluindo colocar um sutiã em seus úberes.

Nikolay Atlasov, um fazendeiro da vila de Oymyakon, na república de Sakha, faz sutiãs de lã para seu rebanho de cinco vacas para proteger a pele macia de seus úberes do frio brutal. Os sutiãs são feitos de velhos casacos de pele de carneiro ou pele de lebre, relatou o Siberian Times .

O vídeo mostra Atlasov vestindo as vacas em seus sutiãs triangulares enquanto elas saem para tomar um gole no bebedouro.

“Eles são o nosso ganha-pão”, disse Atlasov, um nativo de Oymyakon na casa dos 70 anos, ao The Siberian Times. “Eles passam os invernos em um galpão, mas todos os dias eles saem, mesmo que a temperatura do ar seja de 60 ° C negativos”.

As roupas economizam até dois litros de leite por vaca.

PS: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, pensa importar a novidade para seu gado sofrer menos no inverno [político e eleitoral] que se avizinha aí, em 2022.

Assista ao vídeo: