STF autoriza Flávio Dino comprar vacinas, se Bolsonaro ‘fraquejar’ no Plano Nacional de Vacinação

Compartilhe agora

Se o presidente Jair Bolsonaro der uma ‘fraquejada’ no Plano Nacional de Vacinação, o governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB) poderá comprar vacinas registradas na Anvisa. É o que diz a liminar concedida nesta quinta-feira (17) pelo ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Pelo Twitter, Dino anunciou a vitória favorável ao Governo do Maranhão, em caso de ‘fraquejada’ ou ‘desídia’ do governo Bolsonaro.

“STF deferiu liminar na ação do Maranhão contra o Governo Federal para que, em caso de descumprimento do Plano Nacional de Vacinação, o Governo do Maranhão possa comprar diretamente vacinas autorizadas pela ANVISA ou por agência de outro país conforme Lei Federal 13.979/2020”, escreveu no Twitter Flávio Dino.

A deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ), nas redes sociais, parabenizou Lewandowski pela liminar concedida ao Governo do Maranhão. Segundo a parlamentar, isso significará agilidade para salvar vidas.

O ministro Lewandowski autorizou a compra de vacinas liberadas pela Anvisa ou de agências de saúde internacionais caso o Plano Nacional de Vacinação seja descumprido por Bolsonaro.

Por unanimidade, STF decide pela obrigatoriedade da vacina contra a COVID-19

“PT tem que apoiar candidato de Maia à presidência da Câmara”, defende Gleisi

Esses senhores já maduros são considerados os reis das notícias falsas no Twitter