PT quer vacinar todos os brasileiros contra a Covid-19

Compartilhe agora

A bancada do PT no Senado quer universalizar a vacina contra o Coronavírus, causador da Covid-19. O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho (SE), anunciou na sessão remota de ontem (2) apresentação de emenda ao Projeto de Lei 4023, que dispõe sobre diretrizes orientadoras da distribuição de vacinas.

O objetivo da emenda é que todos as brasileiras e brasileiros – e não apenas os grupos prioritários – sejam vacinados, após a aprovação, pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) das vacinas que estão em teste.

O texto do PL 4023 vai ser discutido no plenário do Senado Federal nesta quinta-feira, dia 3, e propõe o estabelecimento de critérios para a distribuição das futuras vacinas quando adquiridas com recursos públicos federais, priorizando “grupos mais vulneráveis à Covid-19, de acordo com parâmetros científicos, estabelecidos em regulamento”.

Mas a bancada do PT no Senado quer “vacina para todos”. Para o senador Rogério Carvalho (SE), líder do PT, o acesso à vacinação é um direito constitucional.

“Como há desinteresse do governo em assistir o povo mais pobre do Brasil precisamos garantir que as vacinas que forem produzidas cheguem para toda população, e não apenas aos ricos, que poderão comprar vacina”, explica Carvalho.

Os senadores petistas são favoráveis à priorização inicial, mas defendem que o plano nacional de vacinação não exclua ninguém, independentemente de sua condição, atividade profissional ou faixa etária. Para a bancada, a vacina contra a Covid precisa ser universal.

“Hoje, os hospitais voltam a ficar lotados. São mais de 173 mil vidas perdidas, e temos o risco de que o povo não tenha acesso a vacina, que é um direito constitucional e uma conquista da humanidade. Queremos vacina para todos, e o SUS como instrumento de distribuição, para que a prevenção à Covid chegue a cada brasileiro e brasileira”, concluiu o senador Rogério Carvalho.

Do PT no Senado

Butantan recebe 1 milhão de doses da vacina chinesa CoronaVac

Auxílio emergencial termina este mês e pode deixar 67 milhões sem renda

Gás de cozinha fica mais caro hoje e acumula alta de 21,9% no ano