Oswaldo Eustáquio vai passar o Natal preso, decide o ministro Alexandre de Moraes

Compartilhe agora

O jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio vai passar a Ceia de Natal preso. A decisão é o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito das fake news.

Eustáquio está internado –e algemado numa cama– no Hospital Regional do Paranoa, em Brasília, depois de cair do vaso sanitário. Segundo informações preliminares, o bolsonarista tinha subido na louça para consertar o chuveiro.

O jornalista foi preso na sexta-feira (18) após ter descumprido restrições judiciais. Ele foi ao Ministério dos Direitos Humanos, comandado pela ministra Damares Alves, sem autorização.

O advogado Ricardo Vasconcellos, que presenta o jornalista bolsonarista, disse que o habeas corpus negado era à queda de Eustáquio.

“O ministro disse no despacho que não havia um fato novo para revogar a prisão. Então, eu apresentei agora um recurso alegando já esse fato pela gravidade das consequências dele”, afirmou o defensor.

O advogado de Oswaldo Eustáquio pediu que a prisão preventiva seja convertida em prisão domiciliar enquanto seu cliente se recupera da fratura na vértebra. Temporariamente, o jornalista tinha perdido os movimentos das pernas.

A princípio, Alexandre de Moraes não irá amolecer o coração. O espírito natalino ainda não tocou o ministro do STF, um dos alvos das críticas do bolsonarista.