‘O Datena me censurou em troca do vil metal’, acusa Frota

Compartilhe agora

O deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), pelo Twitter, acusou neste domingo (13) o apresentador José Luiz Datena, da Band, de censurá-lo na emissora de televisão (programa Brasil Urgente).

Frota relata que Datena o havia convidado para ser entrevistado na semana passada, porém, disse o parlamentar, a atração foi cancelada 30 minutos antes de ir ao ar.

O deputado do PSDB relata ainda que o apresentador Datena chegou a divulgar banner com sua entrevista em todas as rede sociais para, meia hora antes, cancelá-la.

“Hoje eu soube que a Secretaria de Comunicação da Presidência da República e o jornalista Fabio Wajngarten estão no rolo”, disse.

“Fui censurado”, concluiu Alexandre Frota, atribuindo o peso do vil metal.

A Secom é órgão ligado à Presidência da República –direto ao gabinete do presidente– que maneja as verbas publicitárias do governo e das estatais brasileiras (Caixa, Banco do Brasil, Petrobras, BNDES, ministérios, etc.).

O apresentador Datena, por sua vez, não se manifestou [ainda] sobre a acusação do parlamentar do PSDB.

O Blog do Esmael deixa desde já o espaço franqueado para o jornalista da Band, caso queira estabelecer o contraditório com Frota.

Alexandre Frota foi recentemente convertido em um dos principais críticos do presidente Jair Bolsonaro. Ele é aliado do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que sonha disputar o Palácio do Planalto em 2022.

Nas últimas horas, Frota renovou seu pedido de impeachment contra Bolsonaro.

Frota volta a pedir impeachment de Bolsonaro

Datena “pedala” durante entrevista ao vivo de Bolsonaro na Band; assista

Datena tem faniquito ao vivo com vídeo do presidente Bolsonaro; assista