“Não vou tomar vacina e ponto final”, afirma Bolsonaro

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (15/12) que não vai se vacinar contra a Covid-19. Em entrevista por telefone ao programa do Datena, da TV Band, ele disse: “Não vou tomar a vacina e ponto final. Se alguém acha que a minha vida está em risco, o problema é meu e ponto final”.

Ao vivo, Datena rebateu o presidente e disse vai tomar a vacina. “Eu vou tomar, eu não tive Covid-19, vou tomar sim”. Em seguida, o presidente afirmou que respeita quem vai tomar, mas que é preciso respeitar quem decidir não se imunizar.

Segundo ele, a medida provisória que vai regulamentar os critérios da vacinação no país vai deixar claro que o procedimento não será obrigatório.

LEIA TAMBÉM
Presidente do BC sugere trocar o auxílio emergencial pela vacina contra a covid-19

Bolsonaro reconhece vitória de Biden

Novo salário mínimo de R$ 1.088 a partir de 1º de janeiro de 2021, propõe governo

Bolsonaro afirmou ainda que qualquer vacina aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) será comprada pelo Ministério da Saúde. Isso, segundo ele, inclui a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac.

As informações são do site Metrópoles, parceiro do Blog do Esmael