Governo monitorou 81 jornalistas e influenciadores nas redes sociais; veja a lista

Compartilhe agora

O governo de Jair Bolsonaro contratou uma empresa para rastrear e monitorar as posições de 81 jornalistas e influenciadores brasileiros nas redes sociais. A informação é do repórter Rubem Valente, do UOL.

Segundo a reportagem, a empresa BR+ Comunicação foi contratada pelo MCTIC (Ciência e Tecnologia) para gerar relatório sobre o que escrevem e dizem personalidades dos meios de comunicação nas redes sociais.

O levantamento intitulado “Mapa de influenciadores”, que analisou postagens do mês de maio de 2020 sobre o Ministério da Economia e o ministro Paulo Guedes, custou R$ 2,7 milhões.

O “mapa” classifica influenciadores como “detratores”, “neutros informativos” e “favoráveis” ao governo federal.

O relatório, que avaliou postagens de maio, sugere medidas para lidar com os influenciadores que vão de esclarecimentos ao “monitoramento preventivo” deles.

O acompanhamento de publicações sobre órgãos e autoridades é considerado corriqueiro pela União. No entanto, o relatório vai além, ao categorizar os influenciadores.

No grupo dos detratores estariam os seguintes personalidades:

jornalistas

  • Vera Magalhães
  • Guga Chacra
  • Xico Sá
  • Hildegard Angel
  • Cynara Menezes
  • Carol Pires
  • Claudio Dantas
  • Luis Nassif
  • Brunno Melo
  • Igor Natusch
  • George Marques
  • Palmério Dória
  • Flávio V. M. Costa (editor do UOL)
  • Márcia Denser
  • Rachel Sheherazade
  • Luís Augusto Simon (o Menon, colunista do UOL)

Professores universitários:

  • Silvio Almeida
  • Laura Carvalho
  • Jessé Souza
  • Claudio Ferraz
  • Sabrina Fernandes
  • Marco Antonio Villa
  • Conrado Hubner
  • Rodrigo Zeidan

Youtubers e influenciadores digitais:

  • Felipe Neto
  • Nathália Rodrigues
  • Jones Manoel

Os oito no grupo “neutros informativos”:

  • Alex Silva
  • Malu Gaspar
  • Altair Alves
  • Cristiana Lôbo
  • Monica Bergamo
  • Marcelo Lins
  • Ricardo Barboza
  • Octavio Guedes

Grupo dos “favoráveis”:

  • Roger Rocha Moreira
  • Milton Neves (colunista do UOL)
  • Rodrigo Constantino
  • Guilherme Fiuza
  • Winston Ling
  • Camila Abdo
  • Tomé Abduch

O monitoramento tem especial interesse ao desempenho do ministro Paulo Guedes durante a pandemia, que é um dos contratantes do rastreamento por meio do Ministério da Economia.

“Fora Guedes”, pedem Valor, Globo, Estadão e especuladores financeiros

Alucinado, Paulo Guedes mente ao dizer que Brasil está oficialmente “saindo da recessão”

Bolsonaro, ok. E quem vai parar a besta-fera Paulo Guedes?

Magoado com Paulo Guedes, PSDB distribuiu em carta aberta contra ministro da Economia; leia a íntegra

Guedes ameaçar ir embora, mas tem contas para acertar aqui antes