Esses senhores já maduros são considerados os reis das notícias falsas no Twitter

Compartilhe agora

Não existe o monopólio da “verdade”, mas os jornalões estão reclamando da concorrência desleal de parlamentares da base do governo Jair Bolsonaro na disseminação de posts com desinformações no Twitter.

Considerado os reis das notícias falsas nas redes sociais, os deputados bolsonaristas se destacam pela quantidade abusivas de posts mentirosos –embora as agências que “checaram” esses números são ligados à mídia corporativa.

Deputados e deputadas bolsonaristas “apenas” seguem o mestre, o velho Bolsonaro, considerado o “Presidente Fake News”.

Antes de enumerarmos as desinformações desses parlamentares, que tal levantar a quantidade de fake news produzidas e disseminadas pela velha mídia golpista? Ou não vem ao caso?

Segundo a Folha, o deputado Osmar Terra (MDB-RS) publicou 104 mensagens com dados falsos e obteve 1 milhão de interações. Ele é médico e foi ministro da Cidadania no governo Bolsonaro.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, está em segundo com 42 postagens contendo notícias falsas ou com imprecisão e conseguiu 621 mil interações.

Em terceiro lugar desponta a deputada Carla Zambelli (PSL-SP), que levou ao ar 27 mensagens sobre o coronavírus e colheu 312 mil curtidas e retweets.

A deputada Bia Kicis (PSL-DF), aparece em quarto lugar, com 24 mensagens e 242 mil curtidas.

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), o moço das “rachadinhas” e do Caso Queiroz, após seis posts e 141 mil interações, completa a lista em quinto lugar na quantidade de notícias falsas ou que causam desinformação.

Note o caríssimo leitor que essas agências de “fact-checking”, na sua maioria, são braços dos jornalões. Elas carecem de seriedade porque se arvoram donas da “verdade verdadeira” desprezando o debate e a pluralidade de ideias.

Esses senhores acima, já maduros, são considerados os reis das notícias falsas no Twitter. A opinião é da Folha, que, diferente do Blog do Esmael, engole sem farinha os dados de “Aos Fatos”.

Fica o desafio e a dica: checar a quantidade de mentiras contadas diariamente pela velha mídia golpista.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara cobra investigação sobre ameaças de morte contra vereadoras negras eleitas pelo PT

[Ao vivo] Câmara vota regulamentação dos recursos do Fundeb

Depois das eleições, Prefeitura de Curitiba despejou 311 famílias que não têm onde morar