Deputado do PT pede prisão de Moro e Dallagnol após entrevista de hacker à CNN

O deputado Rogério Correia (PT-MG), durante sessão na Câmara, pediu nesta segunda-feira (21) a prisão do ex-ministro Sergio Moro e do procurador Deltan Dallgnol à luz da entrevista do hacker da “Vaza Jato” à CNN Brasil.

Na noite deste domingo (2), o hacker Walter Delgatti Neto foi entrevistado pelo programa CNN Séries Originais. Dentre as barbaridades reveladas, Delfatti disse que Sergio Moro quis prender os ministros do STF Gilmar Mendes e Dias Toffoli.

Moro já foi chamado de juiz ladrão na Câmara. E o Dallagnol queria embolsar R$ 2,5 bilhões por meio de uma ONG”, disse o deputado do PT.

“O único objetivo deles era prender o Lula. Eles combinavam tudo com os ministro Edson Fachin, Luís Roberto Barros e Luiz Fux. Eles até tramaram a prisão de Gilmar Mendes e Dias Toffoli“, discursou na sessão virtual.

Correia pediu ainda que os deputados assinassem o pedido de CPI da Lava Jato, de autoria do deputado André Figueiredo (PDT-CE), para investigar Moro e Dallagnol.

“A entrevista do hacker à CNN confirma mais uma vez: Lava Jato do Paraná, comandada pela ilegal parceria entre Deltan e Moro, cometeu ilegalidades que devem levar os dois à prisão. Já tem pedido no Congresso, inclusive meu: CPI da Lava Jato já! Qual é o medo?”, questionou Rogério Correia.

Para o deputado do PT, segue caindo a máscara do golpe. Ilusões ingênuas sobre papel da Lava Jato no “combate à corrupção” não existem mais, só no campo da desinformação ou da desonestidade intelectual.

Assista ao vídeo: