Com mais de 185 mil mortos, Bolsonaro diz que não precisa pressa para a vacina contra covid-19

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro retomou neste sábado (19) sua campanha antivacina. Com mais de 185 mil mortos no Brasil, o mandatário disse que não precisa pressa para a vacina contra covid-19,

“A pressa pela vacina não se justifica, porque você mexe com a vida das pessoas”, disse o presidente durante entrevista conduzida por seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), no programa O Brasil Precisa Saber‬.

“Não há guerra, não há politização da minha parte. Nós esperamos uma vacina segura. Parece que a Inglaterra começou a vacinar agora. Por que a gente tem que ser o primeiro?”, questionou o presidente, desconsiderando as 185.650 mortes durante na pandemia.

“Aguarda um pouco mais, você mexe com a vida das pessoas. Alguns estão afoitos para tomar, eu entendo que o cara está preocupado, quer se imunizar. Mas às vezes um pouquinho mais de paciência… Acho que a prudência é importante neste momento. Governador, não estamos com pressa em gastar dinheiro, nossa presa é salvar vidas”, disse Bolsonaro, sem citar expressamente o nome do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

“A pandemia está no fim. Tem o repique aí, mas está no fim”, disse. “Não tenho pressa em gastar”, completou.

O Brasil somou hoje 7.162.978 casos e 185.650 mortes desde o início da pandemia. As informações são do Ministério da Saúde.

Corrupção no governo Bolsonaro

Bolsonaro mentiu várias vezes ao jurar que há dois anos não existe corrupção no governo federal. Ele não abordou as questões das rachadinhas e do Caso Queiroz.

Existem sete investigações que envolvem o presidente e seus ministros, segundo um rápido levantamento (Bolsonaro, Fábio Wajngarten, Marcelo Álvaro, Onyx Lorenzoni, Ricardo Salles, Chico Rodrigues e Ricardo Barros).

O presidente voltou a xingar a imprensa de “canalha” e de inventar fatos ruins contra ele e o governo.

Assista a entrevista de Bolsonaro com o “Zero Três” [Eduardo Bolsonaro]:

Doria pode ir ao STF contra aglomeração bolsonarista no dia 22

Presidente da República leva multa de R$ 18 mil por selfie sem máscara na praia

Reino Unido e Europa impõem bloqueios para conter mutação da covid-19

Haddad: ‘No Brasil de Bolsonaro, faltam caixões, e dá muita raiva’