Com declaração assim, Baleia Rossi pode ganhar o coração do PT na disputa pela Câmara

O deputado Baleia Rossi (MDB-SP), pelo Twitter, criticou a fala do presidente Jair Bolsonaro sobre a tortura da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Em campanha pelos votos dos petistas e da esquerda, na disputa pela Presidência da Câmara, Baleia manifestou solidariedade a Dilma.

Segundo o emedebista, não é questão de ser esquerda, centro ou direita. “É sobre a dignidade humana, é disso que se trata”, afirmou.

“Nossa solidariedade à ex-presidente Dilma Rousseff. Tortura nunca mais”, disse Baleia Rossi.

Como uma declaração assim, direta, Baleia Rossi pode ganhar o coração do PT ainda nesta terça-feira (29). É aguardar e conferir.

Na mesma toada, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também fulminou Bolsonaro.

“Bolsonaro não tem dimensão humana. Tortura é debochar da dor do outro. Falo isso porque sou filho de um ex-exilado e torturado pela ditadura. Minha solidariedade a ex-presidente Dilma. Tenho diferenças com a ex-presidente, mas tenho a dimensão do respeito e da dignidade humana”, disse Maia.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), elogiou as posições políticas de Maia e Baleia.

“Importantes posições dos deputados Rodrigo Maia e Baleia Rossi sobre deboche de Bolsonaro com a presidenta Dilma. Há fronteiras de dignidade e decência que estão acima de quaisquer disputas ideológicas ou políticas”, afirmou o líder vermelho.

Nesta segunda-feira (28), Jair Bolsonaro pediu para “ver raio X” que comprovasse tortura sofrida pela ex-presidenta Dilma Rousseff durante a ditadura. Em resposta, a petista declarou que ele tem “índole de ditador” e o chamou de “sociopata” e “cúmplice da tortura e da morte”.