Azedou o arroz doce do Carluxo

Azedou o arroz doce do Carluxo, o Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro. O “Zero Dois” virou alvo de ataques da extrema direta, liderada pelo jornalista Allan dos Santos, que migrou para os EUA temendo ser preso pelo STF.

Pois bem, Allan disse que foi bloqueado nas redes sociais por Carluxo e pela ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, porque eles não suportaram as cobranças por uma posição acerca da prisão do jornalista bolsonarista Oswaldo Eustáquio.

Em mensagem a Carluxo, Allan reclamou do abandono dos correligionários no Brasil. “Deixar de me seguir não é uma resposta”, disse. “Eu esperava mais de você. Quanta covardia”, disparou o dono do site Terça Livre.

Em um dos vários tuítes, Allan dos Santos entregou Carlos Bolsonaro é o “ghost writer”, a pessoa que escreve nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro.

“Presidente Jair Bolsonaro (e Carlos Bolsonaro, que é quem usa o Twitter), o povo cobra e merece resposta. Se a vida de político está difícil, imagina a de quem não tem escolta armada, é preso sem cometer crimes e vê o seu silêncio”, disse, confirmando que as estultices são postadas pelo Carluxo.

Aliás, no último dia 15, o astrólogo Olavo de Carvalho previu chuvas e trovoadas na extrema direita brasileira. Pelo Twitter, o guru do presidente Jair Bolsonaro disse que os “comunistas” iriam botar na cadeia os fundamentalistas. Bingo!

Crendiospai.